sábado, 8 de maio de 2010

O que você não sabe sobre Stephen Hawking



Stephen Hawking pode fazer parte de uma Operação Psicológica de longo prazo da Inteligência Militar do Reino Unido

29 de abril de 2010

Tradução de Vicente Fernandes,
da Equipe UFO (Revista Brasileira de Ufologia)

http://fab.cba.mit.edu/classes/MIT/863.09/people/lifeform/11/stephen_hawking.jpg

A declaração pública de Stephen Hawking, em 25 de abril de 2010, que causou polêmicas dentro do meio científico e, claro, da Ufologia, ainda promete maiores e novos enlaces.

De acordo com Alfred Lambremont Webre, há, no entanto, evidência contextual plausível, de que as cuidadosamente astuciosas declarações de Stephen Hawking como um protegido da Royal Society (Sociedade Real) pode de fato ser um componente de uma operação psicológica de longo prazo (“psyops”) feita pela Inteligência Militar do Reino Unido para fazer lavagem cerebral na população humana para o apoio, motivadas pelo medo, do armamento do espaço, e a aceitação de uma possível guerra de bandeira falsa no espaço contra uma civilização extraterrestre que está sendo preparada como uma inimiga da soberania da humanidade sobre a terceira dimensão da Terra. Como esperado, Hawking motivou um amplo espetro de respostas públicas.

Hawking e a Sociedade Real – Hawking é um dos membros mais jovens a ser introduzido na Sociedade Real, a academia britânica de ciências. Uma fonte afirma: "Em 1974, Hawking foi introduzido na Sociedade Real. A cerimônia tradicional de introdução da Sociedade Real inclui que os novos membros andem no palco e assinem um livro-ata. Este livro remonta aos primórdios da sociedade, tendo até mesmo a assinatura de Sir Isaac Newton. Quando Hawking foi introduzido, a tradição foi quebrada quando Sir Alan Hodgkin, o presidente da Sociedade Real, levou o livro para onde Hawking estava sentado para a sua assinatura. A entrada de Hawking para a Sociedade Real é uma conquista que não pode ser exagerada, quando se considera que ele não tinha uma expectativa de vida maior que 25 anos de idade. Hawking ainda acredita que ser introduzido na Sociedade Real é o momento de maior orgulho de sua carreira."

http://3.bp.blogspot.com/_basraNod1Ms/S9mU7_k0paI/AAAAAAAABYQ/yFf1kmYAg04/s1600/300-wiki-Rosicrucian-invisible-college220px-Templeofrosycross.jpg


Fundada em Novembro de 1660, "A Sociedade Real de Londres para a Melhoria dos Conhecimentos Naturais, conhecida simplesmente como a Sociedade Real, é uma sociedade ilustre para a ciência, e é provavelmente a mais antiga sociedade existente .... Foi concedida uma Carta Régia do Rei Charles II como a " Sociedade Real de Londres". A Sociedade foi inicialmente uma extensão do ‘Colégio Invisível’, com os fundadores pretendendo que fosse um local de pesquisa e discussão. A sociedade hoje atua como assessora científica do governo britânico, recebendo um subsídio parlamentar em ajuda. A sociedade funciona como academia britânica de ciências, e financia bolsas de pesquisa científica e empresas iniciantes".

Outra fonte aponta que "o Colégio Invisível foi um precursor para a Sociedade Real do Reino Unido. Ela consistia de um grupo de filósofos naturais (os cientistas), incluindo Robert Boyle, John Wilkins, John Wallis, John Evelyn, Robert Hooke, Christopher Wren, William Petty e José Rizal. Nas cartas em 1646 e 1647, Boyle se refere a "nossa faculdade invisível" ou "nossa faculdade filosófica". O tema comum da sociedade era a aquisição de conhecimentos através da investigação experimental. "

A figura acima define a imagem emblemática Rosacruz do Colégio Invisível, conhecido como o Templo da Rosa Cruz. Uma fonte afirma, "Rosacrucianismo é a teologia de uma sociedade secreta dos místicos, que dizem ter sido fundada no final do período medieval na Alemanha por Christian Rosenkreuz. Possui uma doutrina "construído sobre verdades esotéricas do antigo passado" que, "escondidos do homem médio, fornece informações sobre a natureza, o universo físico e o mundo espiritual." É simbolizado pela Rosacruz. Entre 1607 e 1616, dois manifestos foram publicados anonimamente, em primeiro lugar na Alemanha e depois em toda a Europa.

Estes foram Fama Fraternitatis RC [A Fama da Irmandade da RC] e Confessio Fraternitatis [A Confissão da Fraternidade da RC]. A influência desses documentos, apresentando uma "Ordem mais louvável" de médicos-filósofos- místicos e promovendo uma "Reforma Universal da Humanidade”, deu lugar a um entusiasmo chamado por sua historiadora Dame Frances Yates de uma Iluminação Rosacruciana [Rosicrucian Enlightenment]. O Rosacrucianismo foi associado com o protestantismo e, em especial, o luteranismo.

Segundo o historiador David Stevenson, também foi influente para a Maçonaria, uma vez que esta estava surgindo na Escócia. Nos últimos séculos, muitas sociedades esotéricas afirmam derivar suas doutrinas, no todo ou em parte dos Rosacruzes originais. Várias sociedades modernas, que datam do início da Ordem de séculos anteriores, foram formados para o estudo do Rosacrucianismo e disciplinas afins. A iniciação em 1974 de Stephen Hawking na Sociedade Real foi, assim, funcionalmente sua iniciação em uma instituição como um maçom, ao invés de um legado científico.

Stephen Hawking e Simon Conway Morris, da Universidade de Cambridge, como protegidos da Sociedade Real sobre a questão ET

Wiki: Stephen Hawking at NASA - Date unkown (1999, 2001, or 2003)

Pode ser mais que uma curiosa coincidência que ambos, Simon Conway Morris, professor de paleobiologia evolucionária na Universidade de Cambridge e um orador na principal na conferência da Sociedade Real em janeiro de 2010 sobre a vida extraterrestre, e Stephen Hawking, professor de Matemática da Universidade de Cambridge durante trinta anos e um dos membros mais jovens a ser introduzido na Sociedade Real, se repetiram um ao outro com quase as mesmas observações literalmente sobre os perigos de interagir com todas as civilizações extraterrestres.

Não é irracional considerar que, como protegidos da Sociedade Real, Stephen Hawking e Simon Conway Morris talvez sejam um pretexto intelectual para a inteligência militar do Reino Unido, que quer retratar extraterrestres como hostis a fim de promover o armamento do espaço e para continuar o embargo à verdade da presença extraterrestre na Terra.

Fonte:

Tradução de Vicente Fernandes, Equipe UFO.

UFO Blogger, link: http://www.ufo-blogger.com/2010/04/stephen-hawking-may-be-part-of-uk.html

Examiner, link: http://www.examiner.com/x-2912-Seattle-Exopolitics-Examiner~y2010m4d28-Hawking-A-UK-psyops-to-promote-space-weaponization-and-a-false-war-against-extraterrestrials

Grande abraço;

Paulo R. Poian.CBPDV * http://www.cbpdv.com.br/ *Equipe UFO * http://www.ufo.com.br/expedienteUfo.php *Revista UFO Online * http://br.groups.yahoo.com/group/Revista_UFO/ *Revista UFO Brasil * http://www.ufo.com.br/ *

Nenhum comentário: